sábado, 23 de julho de 2011

O lobo e o cordeiro


LUPUS ET AGNUS

Versão em latim, de O LOBO E O CORDEIRO.
(Este é o único texto que ainda me lembro, dentre as atividades realizadas nas aulas de Latim na graduação em Letras)

Ad rivum eundem lupus et agnus venerant
Siti compulsi; superior stabat lupus
Longeque inferior agnus. Tunc fauce improba
Latro incitatus jurgii causam intulit.
— Cur — inquit — turbulentam fecisti mihi
Aquam bibenti?
Laniger contra timens:
— Qui possum, quaeso, facere, quod quereris, lupe?
A te decurrit ad meos haustus liquor.
Repulsus ille veritatis viribus:
— Ante hos sex menses male — ait — dixisti mihi.
Respondit agnus:
— Equidem natus non eram.
— Pater, hercle, tuus — ille inquit — male dixit mihi.
Atque ita correptum lacerat injusta nece.
Haec propter illos scripta est homines fabula,
Qui fictis causis innocentes opprimunt.



O LOBO E O CORDEIRO

Estava o cordeiro a beber água num córrego, quando apareceu um lobo esfaimado, de horrendo aspecto.
─ Que desaforo é esse de turvar a água que venho beber? ─ disse o monstro, arreganhando os dentes. ─ Espere que vou castigar tamanha má-criação!...
O cordeirinho, trêmulo de medo, respondeu com inocência:
─ Como posso turvar a água que o senhor vai beber se ela corre do senhor para mim?
Era verdade aquilo e o lobo atrapalhou-se com a resposta, mas não deu o rabo a torcer.
─ Além disso ─ inventou ele ─ sei que você andou falando mal de mim no ano passado.
─ Como poderia falar mal do senhor o ano passado, se nasci este ano?
Novamente confundido pela voz da inocência, o lobo insistiu:
─ Se não foi você foi seu irmão mais velho, o que dá no mesmo.
─ Como poderia ser seu irmão mais velho, se sou filho único?
O lobo, furioso, vendo que com razões claras não venceria o pobrezinho, veio com razão de lobo faminto:
─ Pois se não foi seu irmão, foi seu pai ou seu avô!
E ─ nhoque ─ sangrou-o no pescoço.

Contra a força não há argumentos.
Monteiro Lobato


SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
1. Elabore um texto semelhante ao supracitado, contando algum fato verídico.
2. Explique, de acordo com sua visão de mundo:
a) O que é ser forte?
b) O que é ser fraco?
c) Elabore uma oração englobando as palavras: Fraco, forte, Argumentos, com base no contexto.
d) Elabore uma oração englobando as palavras: argumento, fato, poder

Reflexão:

Credo in parabola Lupus et agnus ad nos cogitare de distributione quotas blacks medium olim exegerat, qui non nostis, polluerunt aqua.
Ut semel quod est secundum rationem historicam, in escratatura negotiated blacks ipsi erant, qui fratribus suis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vou ler com carinho o seu comentário.
Bjs
Olinda